quinta-feira, 21 de agosto de 2014

EGEP – Mazelas sem fim

Escola de Governo: nepotismo escancarado e desperdício de recursos.

        Nepotismo escancarado, com filho de diretora aboletado em cargo DAS. Contratos ultrajantes, como o celebrado com a Ala Informática, que oferece cursos de informática desnecessários, pois a autarquia dispõe de dois laboratórios para este fim. Com o agravante de se ter um sistema cujo custo mensal chega a R$ 400 mil mensais, só para fazer cadastro de turmas, cursos e professores. Ou o contrato no valor de R$ 1.090.080,00, com a Eventos S. A. Ltda., a pretexto de serviços de locação de iluminação e sonorização, com montagem e desmontagem, publicado na edição do DOE, o Diário Oficial do Estado, da última quarta-feira, 20.

        Essas são algumas das mazelas das quais padece a Escola de Governo do Pará, segundo denúncia feita ao Blog do Barata, sob a previsível proteção do anonimato, que embute o natural temor de retaliação. “Estamos cansados de ver coisas erradas na Escola de Governo!”, sublinha a denúncia, com o arremate: “Espero que você poste todas essas irregularidades e que seja feita justiça!”

Nenhum comentário :