quarta-feira, 9 de julho de 2014

JATENE – Coligação ou associação criminosa?

Jatene  (c) com Duciomar (à esq.):  antecedentes comprometedores.
        Coligação ou associação criminosa?
        Esta é a pergunta que não quer calar, diante dos antecedentes de alguns dos candidatos aos cargos majoritários da coligação pela qual postula a reeleição o governador Simão Jatene (PSDB).
        O próprio Jatene figura como réu em processo no qual é acusado de corrupção passiva, na esteira do escândalo da Cerpa, a Cervejaria Paraense S/A. Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal, a cervejaria paraense, valendo-se de um caixa 2, abasteceu a campanha de Simão Jatene nas eleições de 2002, com R$ 16,5 milhões, em valores a atualizar. A contrapartida do tucanato, conforme a denúncia, foi conceder à Cerpa perdão e incentivos fiscais que chegaram a R$ 47 milhões, também em valores da época.
        A esposa do candidato a vice-governador, deputado federal Zequinha Marinho (PSC), Júlia Marinho Godinho da Cruz Marinho, é suspeita de ser funcionária fantasma da prefeitura de Ourilândia do Norte, cujo prefeito Maurilio Gomes Cunha (PSC), o Maguila, foi afastado do cargo pela Justiça, na esteira de fartos indícios de improbidade administrativa. “Ela só apareceu duas vezes por aqui no município, para participar de eventos festivos”, relatou a vereadora Zulene Santos. Soa inverossímil a versão segundo a qual Zequinha Marinho não teria conhecimento da tramóia.
        O senador Mário Couto (PSDB), que disputa a reeleição, dispensa apresentações. Trata-se, como sabem até as pedras desta terra, de um conhecido bicheiro. Ele é o mentor político da filha, a deputada estadual Cilene Couto (PSDB), que coonestou, por omissão, as falcatruas registradas na Assembleia Legislativa do Pará, na gestão, como presidente da Alepa, do ex-deputado Domingos Juvenil (PMDB), hoje prefeito de Altamira, durante a qual permaneceu como auditora chefe. Ela ocupou o cargo desde a administração do próprio pai, Mário Couto, como presidente da Alepa.

        O ex-prefeito de Belém, ex-senador e ex-deputado Duciomar Costa (PTB), também candidato ao Senado, é réu em 29 processos nas Justiças Estadual e Federal. A tramitação lenta e parcimoniosa dos processos ensejou um pedido ao ministro-corregedor-geral do CNJ, o Conselho Nacional de Justiça, Francisco Falcão, feito pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público Estadual, para que seja acelerado o julgamento das ações judiciais nas quais é réu o nefasto Dudu. Pelo MPF assinaram o documento os procuradores da República Alan Rogério Mansur Silva, José Augusto Torres Potiguar, Maria Clara Barros Noleto, Melina Alves Tostes e Ubiratan Cazetta. Pelo MPE, subscreveram o pedido os promotores de Justiça Firmino Matos, Alexandre Couto, Bruno Beckmbauer, Domingos Sávio e Marcelo Gonçalves, além do procurador de Justiça Nelson Medrado.

12 comentários :

Anônimo disse...

Meu caro jornalista Barata, Todos estes que você mencionou são bandidos de verdade, bandidos com todas as letras BANDIDOS, kd o a justiça que não faz bosta nem uma.

Anônimo disse...

PQP, é tanta Corrupção neste País, então já estou acreditando que Corrompeiram os Jogadores da Seleção, só pode.

Reginaldo Coelho de Oliveira disse...

Já do lado do HELDER BARBALHO SÓ TEM ANJINHO, NÃO É SEU BARATINHA? A COMEÇAR PELO SEU PAI JADER BARBALHO E O SEU VICE LIRA MAIA QUE SE O SENHOR NÃO SABE TEM UM VASTO CURRÍCULO DE PROCESSOS EM SEU NOME, PQ O SENHOR NÃO FAZ TAMBÉM ESTES ESCLARECIMENTOS PARA O POVO PARAENSE?

Anônimo disse...

Oi Reginaldo:
Acho que tens razão, porém o filho não é obrigado a ser como o pai. Por outro lado o que se tem questionado é o |Simão Preguiça se vestir de santo e o que o blog mostra é justamente o contraste de sua postura mentirosa de homem sério, com o lado cafajeste que ele realmente é. O escandalo da cerpasa foi maior que o da sudam se queres saber. É melhor que te informes e nem tenta jogar nada no Barata porque este´junto com Lucio Flavio são as ultimas fronteiras do jornalismo coragem do Pará.

Anônimo disse...

Eu acho que falta vergonha na cara do Jatene. Apoiar o Duciomau não pode ser coisa do bem. Quem é obrigado a enfrentar a obra-prima desse sacripanta, todos os dias, quer mais que eles todos se explodam. De uma coisa tenho certeza : o preguiçoso não me engana nunca mais.

Anônimo disse...

Falta vergonha é na cara do eleitor analfabeto politico que vive reclamando de tudo, vive na merda, mas continua votando nessas pustemas.

Anônimo disse...

Como não sou analfabeto mudo meu voto quando sou enganado. O Jatene não me passa mais a conversa furada.

Anônimo disse...

O ANONIMO DAS 16:25 DO DIA 10/07 ESTA CERTO. ACHO QUE TODO O PARÁ DEVE É RENDER HOMENAGEM A CORAGEM E DETERMINAÇÃO DO BARATA QUE JUNTO COM O LUCIO FLÁVIO FORMAM A DUPLA DE JORNALISTAS MAIS DESTEMIDOS DESTA TERRA E QUE NÃO SE CURVAM A PRESSÃO DOS GFRANDES GRUPOS EMPRESARIAIS/FINANCEIROS E NEM A PRESSÃO DO PODER JUDICIÁRIO OU DO MP. BASTA VER AS INUMERAS AÇÕES QUE A QUE O BARATA RESPONDE SEM SE INTIMIDAR COM ISTO. VALE AINDA LEMBRAR QUE OS DOIS SÃO PESSOAS PROBAS E HONESTAS.

Anônimo disse...

Trio ternura. Só limpeza...

Anônimo disse...

Atencao servidores publico! Muita atenção! Se não querem passar por mais 4 anos sendo tratados com desprezo, tendo seus direitos vilipendiado e salários arrochados. Sendo subjugados por DAS incopetentes e prepotentes, se não querem passar pelo avanco dos sucateamanto e entrega do serviço público aos amigos privatas do governador. Atenção! Não votem no Jatene! Ha um projeto desse senhor de entregar setores importantes a iniciativa privada e o que ta ruim vai piorar. Quem vai pagar a conta desse esquema serao todos nos, trabalhadores e pobres.

Anônimo disse...

Não esquecendo os tucanos emplumados ALTIMÁ - vulgo Gazela Saltitante e o Nilsinho com sua sempre bela LADY KATE!

Anônimo disse...

falta nessa foto mais dois personagens, a presidente do TJE e seu marido que vai comandar o MPE nas eleições 2014 pois vai assumir a PGE em razão do titular concorrer a eleições internas no MP.