segunda-feira, 27 de junho de 2016

UFPA – Universidade banca tour eleitoral

Doriedson (à dir., sob a seta), na festa de lançamento da chapa de
Tourinho, após embolsar diárias para ministrar aulas em Mocajuba.
Ofício no qual Doriedson solicita o pagamento de passagens e diárias para ministrar aulas de Filosofia da Linguagem no núcleo de Mocajuba, de 24 de maio a 15 de junho deste ano.


A mesma denúncia sobre o pagamento ilegal de diárias, que tisna irremediavelmente a imagem do professor Gilmar Pereira da Silva, candidato a vice-reitor na chapa de Emmanuel Tourinho, ainda relata uma nova lambança de Doriedson do Socorro Rodrigues, atual coordenador do campus de Cametá da UFPA. Ele é acusado de fazer um tour eleitoral em Belém, para prestigiar o lançamento da candidatura a reitor de Emmanuel Tourinho, quando deveria estar ministrando aulas em Mocajuba, após ter embolsado para tanto diárias no valor total de R$ 4.499,81.
A denúncia feita ao Blog do Barata inclui cópia do ofício no qual Doriedson do Socorro Rodrigues solicita passagens e diárias para ministrar aulas em Mocajuba, no período de 24 de maio a 15 de junho deste ano, além de foto na qual ele prestigia a festa de lançamento da chapa de Emmanuel Tourinho e Gilmar Pereira da Silva, realizada no último dia 7, em Belém. O pagamento das diárias embolsadas por Doriedson do Socorro Rodrigues, para ministrar aulas em Mocajuba, foram autorizadas por Horácio Schneider, o vice-reitor transmutado em reitor, para cumprir um mandato-tampão, após a renúncia do ex-reitor Carlos Maneschy, que patrocina a candidatura a reitor de Emmanuel Tourinho, do qual é vice Gilmar Pereira da Silva.

A denúncia ainda embute um questionamento. “Uma pergunta que não quer calar: como coordenador do campus de Cametá, Doriedson pode permanecer quase um mês afastado de suas atividades administrativas, até em respeito pela gratificação que recebe para exercê-las em regime de tempo integral?”, indaga o autor da denúncia.

12 comentários :

Anônimo disse...

A UFPa foi jogada num mar de lama!!!

Não podemos deixar a instituição entregue a essa quadrilha.

Vamos reagir. Fora Emmanuel / Gilmar, vcs não merecem dirigir a UFPa.

Anônimo disse...

Uso da máquina pública para atender interesses pessoais. Se isso ocorre antes de se obter o poder oficialmente, o que farão se o obtiverem de fato???
FORA EMMANUEL E GILMAR.

Anônimo disse...

Caro Barata,
Esse documento que vc anexa não comprova nada. Não se deve lançar denuncias contra a honra das pessoas sem elementos de prova. Veja a imbecialidade da postagem do anônimo das 10:22 nesse sentido. Basta desse denuncismo sem prova! Boa tarde

Anônimo disse...

Anonimo das 13:31,imbecil é vc que defensor dessa chapa branca, vc deve ser um capacho que vive atrás ou quer manter sua fg ou cd. Basta acessar o portal da transparencia e vc vai ver que as diaria existem, foram pagas e o professor encontrava-se na festa de lancamento da chapa do et e fazendo campanha direto em belem.

Anônimo disse...

Brasil. Tempos de quadrilha...

Anônimo disse...

Ora, ora... O imbecil das 13:31 no mínimo é um PTista. Adora defender ladrão dos cofres públicos. Ainda bem que a política não é feita só dessa gente imunda e sem escrúpulos.

Anônimo disse...

ser coordenador de campus não fica preso nesse, pois existe telefone para se resolver todo tipo de problema enquanto se revolve outras mais graves, como a falta de professores em outros campi, até para que possa ganhar um extra e não passar fome. Depois, ante as técnica pedagógicas avançadas desenvolvidas na UFPa nos processos de interiozação nilsoniano, todo disciplina por ser ministrada com duas visitas um para passar o trabalho e outra pra receber, se não puderem enviar por e=mail

Anônimo disse...

Ao anônimo das 13:31.
Contra fatos, não há argumentos. Sobre sua postagem em que vc diz, "Veja a imbecialidade da postagem do anônimo das 10:22". Eu tenho direito de me manter no anonimato, mas pra mostrar que não sou imbecil, tive o trabalho de buscar no portal da transparência as informações que confirmam a denúncia.
19/05/2016 Pagamento 2016OB806046 Original MINISTERIO DA EDUCACAO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA DIARIAS - CIVIL DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES 3.038,48
03/06/2016 Pagamento 2016OB806562 Original MINISTERIO DA EDUCACAO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARA DIARIAS - CIVIL DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES 1.461,33, totalizando: R$4.499,81

Informações estas extraídas do portal da transparência, confirmando a denuncia!!!!!

Anônimo disse...

Caiu a máscara dos petistas, não escapa nenhum.

Anônimo disse...

Será que o prof. Doriedson vai devolver as diárias?????

Anônimo disse...

Boa pergunta anônimo das 20:49 me mantenho informado lendo esse blog, e confesso, tô enojado com o uso do dinheiro público pra essa farra. Os responsáveis por esse setor que autoriza essas diárias deveria cobrar documentos oficiais comprovando que os servicos foram executados.Tal procedimento está em consonância com a Lei, sob pena dos servidores envolvidos no processo serem responsabilizados.

Ana Lúcia Prado disse...

Mais uma denúncia relacionada aos apoiadores da chapa oficial? Eu chego a ficar sem acreditar, mera ilusão da minha parte. Eles fizeram, fazem e farão. Que tristeza, mas a corrupção e o interesse pessoal estão acima da universidade. Pobre UFPA!