segunda-feira, 27 de junho de 2016

UFPA – Segundo denúncia, Gilmar Silva, vice de Tourinho, foi responsabilizado por dano ao erário

Gilmar Silva: responsabilizado pelo pagamento ilegal de diárias.

Vice de Emannuel Tourinho, o candidato chapa-branca a reitor da UFPA, o professor Gilmar Pereira da Silva foi responsabilizado por provocar dano ao erário, diante da utilização indevida de recursos públicos, quando coordenador do campus de Cametá da universidade, segundo denúncia feita ao Blog do Barata, por fonte abrigada em off, por temer represálias. De acordo com a denúncia, o imbróglio em cujo epicentro figura Gilmar Pereira da Silva, juntamente com Doriedson do Socorro Rodrigues, então vice-coordenador do campus de Cametá e que o substituiu como coordenador, ocorreu em 2010 e teve como estopim o pagamento indevido de diárias, por um período de 12 meses, a uma servidora licenciada para fazer pós-graduação fora do estado, em um total de mais de R$ 23 mil, em valores da época.

Segundo a denúncia, a irregularidade, que resultou na abertura de um processo, foi detectada em uma auditoria realizada nas contas da UFP, em 2010, pela Secretaria Geral de Controle Interno da CGU, a Controladoria Geral da União, extinta pelo governo do presidente interino Michel Temer, que criou o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. Na ocasião foram detectados “vultuosos pagamentos”, que em valores da época superavam R$ 23 mil, e o processo instaurado incluiu todos os documentos assinados por Gilmar Pereira da Silva e Doriedson do Socorro Rodrigues, assim como seus depoimentos, nos quais alegaram desconhecer que estavam autorizando pagamentos ilícitos à servidora do campus de Cametá. “Diante dos fatos e da documentação reunida, a comissão designada para apurar a suspeita de ilícito concluiu que houve realmente dano ao erário, com a aplicação irregular de dinheiro público, responsabilizando a ambos pelo ocorrido, assim como a servidora beneficiada pelo pagamento ilegal de diárias”, acrescenta a fonte da denúncia. “O processo deve estar dormitando em gluma gaveta da própria reitoria ou na auditoria interna”, acrescenta.

6 comentários :

Anônimo disse...

É o lado barba alho da força negra. A UFPA não pode cair na mão desta quadrilha conhecida pelos saques que fez, faz e caso nossa comunidade lhe pare, continuará a fazer.

Oscar Ferreira disse...

o que faz esse cara de candidato? só foi colocado ali para puxar os votos-sardinha do nterior!

Anônimo disse...

PT golpista!!!! Deviam ser expulsos do partido!!!!

Anônimo disse...

Tá rolando uma conta do que o PT vai receber para apoiar o Emanuel. Dentre outros itens, acesso a R$ 3,2 milhões da verba do gabinete, 12 assessorias especiais, conta aberta na gráfica da universidade e 3 dezenas de bolsas trabalho para equipar o partido de cabos eleitorais. A conta do PMDB seria o triplo disso. Daí se vai entender porque o orçamento do Gabinete do Reitor é de R$ 33 milhões enquanto o orçamento de todos os 11 campo do interior, somados, não chega a R$ 10 milhões.

Anônimo disse...

O candidato do PT golpista é o João. É não adianta ele tentar se esquivar disso, todos sabem da relação dele com a Ana Júlia. Todos sabem que ele foi indicação do PT para ser vice na Unifesspa. O desespero chegou e a forma encontrada é difamar o candidato. Não adianta, Emmanuel é o mais Preparado e ele vai ganhar, mas se ele não ganhar quem ganha é o Ortiz. Não vai ter nada p esse João.

Anônimo disse...

Imagina essa figura agora na UFPA, mais um lugar pra sugar!!! Fora Gilmar