quarta-feira, 12 de abril de 2017

MURAL – Queixas & Denúncias


48 comentários :

Anônimo disse...

Enquanto há 70 CARGOS VAGOS de PROMOTOR DE JUSTIÇA no MPPA, os Promotores Criminais da Capital trabalham nos bastidores para colocar mais de 100 assessores na Capital. A Farra de nomeações de janelados se instalou no Ministério Público do Estado do Pará...

Só resta esperar que o Novo Procurador-Geral, competente e íntegro como é, dê um basta nisso.

Anônimo disse...

Mais uma da série: Faça o que eu digo, não faça o que eu faço

Palácio das Sinecuras

ACÓRDÃO N.º 56.489
(PROCESSO Nº 2015/50052-4)
Assunto: Representação formalizada pelo MINISTÉRIO
PÚBLICO DE CONTAS DO ESTADO DO PARÁ em face da
Secretaria de Estado de Administração sobre supostas
práticas de atos contrários às normas constitucionais,
infraconstitucionais e administrativas em atos de recrutamento
de pessoal no âmbito da Administração Pública Estadual.
Relator: Conselheiro ANDRÉ TEIXEIRA DIAS.

ACORDAM os Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado
do Pará, por maioria, nos termos do voto do Relator, com
fundamento no art. 1º, inciso XVII, da Lei Complementar
n.° 081, de 26 de abril de 2012, conhecer da Representação
formulada pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DO
ESTADO DO PARÁ em face da SECRETARIA DE ESTADO DE
ADMINISTRAÇÃO, expedindo-se as seguintes recomendações e
determinações:

I- RECOMENDAR ao Governo do Estado do Pará que:

Realize estudos para verificação da necessidade da manutenção de cargos em planos de cargos e salários não compatíveis com a atividade-fim de cada órgão

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Um órgão que mantém mais de 200 comissionados, 40 requisitados e 60 temporários NÃO TEM MORAL para recomendar PN

Anônimo disse...

O anônimo de 13 de abril de 2017, 09:20 deveria ter vergonha de posar de honesto, pois é pau-mandado do Nelson Chaves, e entrou mecanógrafo e transpôs para nível superior ao arrepio da lei. O pior ser é aquele que finge uma honestidade pueril.
Né, Anastácio Campos, Isabella Emmi, Justino Oliveira e Fátima Leão?

“À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta”.

Anônimo disse...

- RECOMENDAR ao Governo do Estado do Pará que:

Realize estudos para verificação da necessidade da manutenção de cargos em planos de cargos e salários não compatíveis com a atividade-fim de cada órgão

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

A MAIOR ROUBADA QUE FIZ NA VIDA!!! ESTUDAR PARA UM CONCURSO DURANTE 6 MESES, PAGAR PASSAGEM , HOSPEDAGEM E NÃO SER CHAMADA. ALÉM DE SABER DE TODA ESSA SUJEIRA E FALTA DE RESPEITO COM SERVIDORES EFETIVOS QUE EXISTE LA.
UM MONTE DE GENTE SONSA E SEM ESCRÚPULO QUE SÓ POSA DE HONESTO E PASSA PANCAKE PARA APARECER BEM NA FOTO.

Anônimo disse...

O Anônimo de 14/04/17 está dando nome ao anônimo de 3 de abril de 2017, 09:20?
Quem tá ajudando quem nessa brincadeira aí?

Anônimo disse...

O Tribunal de Contas do Estado do Pará, mais conhecido como a casa de swing das sinecuras, é um verdadeiro show de comédia! Há mais de 40 militares sendo pagos pela instituição para fazer a segurança do local (mas na verdade eles somente servem de flanelinha e de carregador de pasta de conselheiro) e não conseguem evitar um roubo de aparelho celular na recepção do estabelecimento.
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

TCE-PA é uma VERGONHA!

Anônimo disse...

TCs um antro de ladrões e bandidos.

Anônimo disse...

Barata,

e o Caso de São João de Pirabas como ficou?, pois não se ouviu falar mais no Claudio Barroso/ PSD (Calça Curta) pelo TJE, MP, MPF e nem a PF fala Nele, será que esqueceram dele?

Mas nós Pirabenses ainda não Esquecemos o que Esse Bandido e sua Quadrilha fizeram em nosso Município, Roubaram Milhões conforme Levantamento pelo TCM e GAECO.

Como Ele não tem o foro privilegiado, seus Processos iram descer para o Fórum de Santarém Novo, mas nos Causa Estranheza que este Cidadão Asqueroso esta "presidindo" a Colonia de Pescadores Z-08 de São João de Pirabas que estava ao Comando do Filho Dele Luiz Barroso Neto, o Galego.

Anônimo disse...

Mas uma do Ex prefeito de São João de Pirabas, Luiz Claudio Teixeira Barroso/PSD, o Calça Curta, agora aboletou-se na Colonia de Pescadores Z-08 e levou consigo o Mariano da Roza seu Contador Particular e também seu "Segurança" e fiel escudeiro Benedito Jorge, o Dito.

Lá esta fazendo o mesmo que fez na Prefeitura, Roubando e Ludibriando agora os Pescadores e Marisqueiras.

Sendo que o Mandato de presidente da Colonia de Pescadores encerrou em Janeiro de 2017, mas alega que existe um Documento que lhe permite estar a frente da mesma.

Anônimo disse...

Sem Moral o TJE, INSS, Receita Federal e Ministério da Pesca em relação ao Município de São João de Pirabas, em que o ex prefeito, Luiz Claudio Teixeira Barroso/PSD apenas afastado, pelo TJE por Improbidade Administrativa cometendo Inúmeros Crimes, inclusive contra o INSS e a Receita Federal. Hoje Livre RIR da Justiça e do Povo de Pirabas.

"Trabalha" na Colonia de Pescadores, mandando e fazendo o que bem entende. O MP local já Instigado não faz NADA, absolutamente NADA contra o mesmo e contra os Políticos e Ex Políticos Corruptos de nossa Cidade, Figurinhas Conhecidas dos Policiais Civis, Militares, do Promotor e do Juiz, Autoridades Responsáveis por nossa Comarca.

Anônimo disse...

O povo precisando de PM na rua, enquanto cabos e praças mantêm um ócio remunerado no TCE. É claro que PM deve ser valorizado. E muito. No entanto, devem estar nas ruas.

Anônimo disse...

MPF e Justiça Federal TOMEM VERGONHA NA CARA e façam suas Obrigações de Oficio e atuem no Caso da Colonia de Pescadores Z-08 de São João de Pirabas, em que o Ex prefeito Luiz Claudio Teixeira Barroso/PSD, afastado por Improbidade Administrativa a pedido do Dr Nelson Medrado que queria sua Prisão, mas que o TJE "aliviou" apenas o Afastando.

Mas o Pilantra do Claudio Barroso, tendo seu filho como presidente da Colonia, Luiz Barroso Neto (Galego), resolveu "Administrar" a Colonia de Pescadores como se fosse um Pescador Nato, coisa que nenhum da sua Família é.

Uma pergunta que não quer calar:

Pode um Ex prefeito Afastado por Improbidade Administrativa, Administrar uma Colonia de Pescadores, mesmo não sendo Um deles?, pois Ele Cadastra, faz Encaminhamento para o INSS e Recebe dos Associados a Mensalidade.

Anônimo disse...

EM ATITUDE VERGONHOSA, a Presidente do TCE, Lourdes Lima, ordenou que vários servidores da casa ocupassem as cadeiras do plenário e lotassem o espaço simplesmente para dificultar o acesso dos aprovados no concurso de 2016 que procuravam protestar democrática e pacificamente no local QUE É PÚBLICO.

A direção do TCE mostra-se cada vez mais vergonhosa a cada dia.
A cara dos apaniguados e puxa-sacos é impagável neste momento, todos com medo de perder a boquinha! #ACABOUABOQUINHA #NomeiaLourdes

Anônimo disse...

Ridículo!
A presidenta Lourdes Lima acionou todos os secretários do tribunal e demais "servidores" controlados em rédeas curtas para que os mesmos ocupassem todo o espaço do plenário da casa. Tal atitude mesquinha tem por objetivo impedir a entrada dos concursados aprovados no ano passado, que protestam contra a direção que prefere manter e pagar 20 mil reais a cada comissionado a convocar os concursados.

Anônimo disse...

Os conselheiros do TCE estão promovendo uma dança das cadeiras no plenário da casa colocando seus asseclas e comparsas comissionados pra lotar o plenário e dificultar a presença dos trabalhadores aprovados no concurso 2016 que protestam contra a política da conselheira Lourdes Lima de privilegiar apadrinhados políticos em detrimento dos aprovados. O tce está virando uma das maiores vergonhas do estado do Pará.

Anônimo disse...

A pergunta que não quer calar:

Depois de entupir o plenário com comissionados, o que a direção do TCE do Pará fará pra continuar impedindo a entrada dos concursados aprovados em 2016? Vai colocar cones e bonecos de posto no lugar? Lourdes Lima vai pagar 20 mil por mês para cada cone e cada boneco de posto usado pra ocupar o plenário?

Anônimo disse...

A presidência da casa das Sinecuras e demais conselheiros aspones acaba de tomar mais uma atitude covarde e abusiva: Colocou os MILITARES para barrar a entrada das pessoas no Plenário do TCE-PA.

Os militares, ARMADOS, intimidam os aprovados no concurso realizado em 2016. Além disso, a direção do tribunal ordenou que vários secretários e comissionados ocupassem o plenário inteiro, de modo que possam usar como desculpa esfarrapada a lotação total do ambiente.

Não existe lugar mais imoral e ilegal do que o TCE no estado.

Anônimo disse...

http://www.ver-o-fato.com.br/2017/04/aprovados-no-concurso-do-tce-sao.html?m=1

TCE-PA / IMORALIDADES / PARTE 04 - Hoje ficou comprovado que o TCE-PA não é um Órgão democrático. Os aprovados no concurso foram impedidos de entrar na plenária para fazer um ato Pacífico de Protesto, sob a justificativa de que não são partes dos processos julgados. ABSURDO, haja vista que a plenária é pública. 📢📢📢📢📢📢📢📢
#nomeiaLourdes
#moralizaTCE

Anônimo disse...

Barata, os aprovados no TCE-PA acabaram de ser barrados no Palácio das Sinecuras. Comissionados, temporários e cedidos ocuparam as cadeiras do plenário para que ninguém pudesse entrar. Isso é uma vergonha.

Anônimo disse...

Extra Extra: Primeira Condenação do Ex Prefeito de São João de Pirabas, LUIZ CLAUDIO TEIXEIRA BARROSO/PSD, saiu pela Justiça Federal, vamos esperar as OUTRAS.


PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO
SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CASTANHAL

PROCESSO Nº. : 2952-67.2013.4.01.3900
CLASSE : 7300 – AÇÃO CIVIL PÚB IMPROB ADMINISTRATIVA
REQUERENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
REQUERIDO : Luís CLÁUDIO TEIXEIRA BARROSO E OUTROS

SENTENÇA
1. Relatório
O Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública por ato de improbidade
administrativa contra Luís Cláudio Teixeira Barroso, Estrela Dalva Com. e Serv. Ltda. EPP,
FRAMED Com. Rep. e Serv. Ltda. e Fábio Ferreira de Alencar, prefeito do município de São
João de Pirabas/PA à época dos fatos e pessoas jurídicas e dirigente das pessoas jurídicas,
respectivamente, objetivando a condenação às penalidades previstas no art. 12, II da Lei n.º
8.429/1992.
Consta da inicial a realização de inspeção nas contas municipais dos exercícios de
2009 e 2010, pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará – TCM/PA, tendo sido
detectadas diversas irregularidades na aplicação de recursos relativos ao “Programa Farmácia
Básica”.

O réu Luís Cláudio arguiu em alegações finais a incompetência absoluta da Justiça
Federal para o feito, ilegitimidade passiva por não exercer ingerência sobre os assuntos relativos
ao Fundo Municipal de Saúde, ratificando ainda a alegação de inexistência de dolo em sua
conduta e de inocorrência de dano ao erário, razão pela qual requereu a improcedência dos
pedidos (fls. 3605/3622).

Processo N° 0002952-67.2013.4.01.3900 - VARA ÚNICA DE CASTANHAL
Nº de registro e-CVD 00119.2017.00013904.1.00608/00128
pelo prazo de quatro anos e o pagamento de multa civil correspondente a três vezes o valor da
última remuneração percebida no exercício do mandato/cargo.
Devida, ademais, a aplicação da sanção de proibição de contratar com o Poder
Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta e indiretamente, ainda que
por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 3 (três) anos.
3. Dispositivo
Ante todo o exposto:
a) julgo improcedentes os pedidos em relação aos réus Estrela Dalva Com. e
Serv. Ltda. EPP, FRAMED Com. Rep. e Serv. Ltda. e Fábio Ferreira de Alencar;
b) condeno o réu Luís Cláudio Teixeira Barroso como incurso no artigo 11,
incisos I e II da Lei n.º 8.429/92, aplicando-lhe, por consequência, as seguintes sanções, de
acordo com o art. 12, inciso III, do referido diploma legal:
- Suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 4 (quatro) anos;
- Pagamento de multa civil correspondente a 3 (três) vezes o valor da última
remuneração percebida;
- Proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos
fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual
seja sócio majoritário, pelo prazo de 3 (três) anos.
Após o trânsito em julgado, dê-se ciência ao Tribunal Regional Eleitoral do Pará,

para o fim de suspensão dos direitos políticos do réu e, bem assim, ao município de São João de
Pirabas/PA.
Comunique-se ao CNJ.
Condeno o réu ao pagamento das custas processuais, mas deixo de impor
condenação em honorários advocatícios, porque incabíveis, haja vista que o Ministério Público
não pode auferir honorários, por vedação constitucional, consoante o art. 128, § 5º, II, letra "a", da
Constituição da República.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Castanhal/PA, 21 de março de 2017.
OMAR BELLOTTI FERREIRA
Juiz Federal

Obrigado Jornalista Barata pela divulgação.

Anônimo disse...

Até que enfim que uma Justiça já foi feita a Condenação do Ex prefeito de Sao João de Pirabas, Luiz Claudio Teixeira Barroso/PSD, veio tardia e sem a Prisão, já solicitada pelo Dr. Nelson Medrado, que será inevitavel em Outras Condenações que Virá, vamos aguardar.

Anônimo disse...

Vou postar aqui pois é sabido que os comissionados e a própria direção leem os comentários que são feitos aqui, no ver-o-fato e nas demais mídias que noticiam verdadeiramente A PATIFARIA que esses deputados (travestidos de magistrados) praticam no TCE-PA.

Sabe quem precisa de comissionados?
Não é o Tribunal, não é a administração pública, não é a sociedade. Quem precisa de comissionados SÃO VOCÊS e seus esquemas nefastos! Sim, vocês: André Dias, Luis Cunha, Lourdes Lima, Cipriano Sabino, Nelson Chaves e Rosa Egídia (que mesmo tendo uma carreira brilhante no MPC-PA vem se vendendo desde que entrou no TCE como conselheira, basta observar o esquema Crispino, o esquema Basalo e o esquema Crestian que só crescem na casa). Salvo, pelo menos por enquanto, o conselheiro Odilon Teixeira, que é o único que realmente parece prestar-se ao dever corretamente na casa.

VOCÊS é quem precisam dos comissionados! E sabe pra quê?

- Pra levantar dinheiro (TODO MUNDO SABE que metade do dinheiro pago aos comissionados fica "na sacolinha dos conselheiros") de caixa pra eleger filhos, parentes e amigos na capital e no interior do Estado e na ALEPA.

- Pra ter motorista pago pela sociedade pra ficar de prontidão fora do expediente (incluindo finais de semana e feriados) pra levar pra cima e pra baixo esposas, filhos e amantes a shoppings, escolas, praias e até competições de Kart em outros Estados.

- Pra encherem os bolsos de toda e qualquer maneira ilícita que encontrarem.

- Pra puxar saco de governador, presidente da ALEPA, desembargador de TJ, procurador do MP e assim já garantir que nenhum tipo de denúncia contra o TCE vá muito longe.

- Pra VIGIAR os servidores efetivos, ter olhos e ouvidos em todos os cantos do TCE e "punir discretamente" aqueles que ousarem insurgir contra a "divina" vontade dos reis da casa.

- Pra, de forma indireta, pagar pensão à mãe de neto de conselheiro. Adivinha quem PAGAMOS essa pensão, sociedade paraense?

- Pra fingir que alguma fiscalização acontece de verdade. Se você é membro de algum órgão que foi fiscalizado pelo TCE nos últimos anos, saiba que - por lei - este procedimento pode ser considerado NULO, pois foi feito por "servidor" comissionado. Se você teve algum convênio fiscalizado pelo TCE, saiba que pode pedir completamente a ANULAÇÃO do julgamento da prestação de contas pois - pra não dizer que os comissionados nas controladorias não fazem nada - a orientação é deixar os convênios a cargo dos comissionados e depois o concursado somente assina (e AI DELE se recusar a assinar).

O TCE-PA é, quiçá, tão corrupto quanto o TCE-RJ que teve TODOS os seus conselheiros envolvidos em falcatruas investigadas pela operação lava-jato. E não é de hoje...

Quem aí não lembra do Sr. Domingos Juvenil, atualmente prefeito de Altamira? Quando o Sr. Juvenil era presidente da ALEPA o TCE-PA julgou suas contas REGULARES. Sabe por quê? Cachorro não morde a mão do dono. Logo em seguida houve um escândalo tremendo por roubalheira praticada por ele...
Se o órgão de fiscalização dos recursos da administração pública não pegou nada, não foi porque não havia indício de sujeira, foi porque não quis pegar.
E assim segue! Alguém acha que a norinha do Márcio Miranda está na procuradoria jurídica da casa à toa?

INVESTIGAÇÃO NO TCE-PA JÁ!
Fim à boquinha, fim ao nepotismo cruzado, fim ao caixa de metade de salário dos comissionados aos conselheiros, fim do apadrinhamento, fim da varinha de condão que transforma deputados corruptos em magistrados. #MORALIZATCE

Anônimo disse...

Esquema Crispino, Crestian e Basalo?
Opa!
Investigação já!

Anônimo disse...

Um outro exemplo de NEPOTISMO CRUZADO é entre o tce e tcm (filho do conselheiro do tce-André dias é lotado no gabinete de conselheiro do tcm)

Anônimo disse...

INVESTIGAÇÃO, PUNIÇÃO, E ESCANCARAR AS REGALIAS E BANDALHEIRAS DESSES CONSELHEIROS E APADRINHADOS. COMISSÃO PROCUREM O NOVO PGE, UM HOMEM DIGNO, SÉRIO E ANTI-CORRUPÇÃO, ACREDITO QUE O ÚNICO QUE NÃO SE VENDE PARA TODA ESSA PATIFARIA.

Anônimo disse...

VAMOS LIMPAR E MORALIZAR O TCE/PA.
NOMEAÇÃO DOS CONCURSADOS JÁ!!!
ESTES, SIM, TEM CAPACIDADE TÉCNICA, LEGITIMIDADE E COMPROMISSO COM A LEI !!!!!
Concursados lutam pela nomeação no TCE/PA, que insiste em contratar e manter Comissionados e Apadrinhados no seu quadro funcional. O TCE/PA órgão que "zela", entre outras funções, pelo combate à corrupção, se coloca na contramão da legalidade, da legitimidade e da moralidade, em um momento em que a sociedade do País, diante de tantos abusos de nossos governantes e políticos, clama por mais justiça. O TCE/PA, prefere manter em seu quadro funcional, em detrimento de suas prerrogativas institucionais, comissionados, sem o mínimo de capacidade técnica e isenção para a consecução do fiel cumprimento das obrigações Regimentais do Órgão. Possivelmente seus Gestores, passados e atuais, bem como sua "panelinha", mantém essa mão-de-obra espúria como moeda de troca, a fim de satisfazer cobranças escusas, face as suas indicações e manutenção no comando dessa instituição TCE/PA. Esses comissionados, além de serem aceclas, parentes ou apadrinhados de políticos corruptos ou mal intencionados, são nomeados sem concurso público, sem qualquer critério técnico, os quais, quando em suas atividades, não passam de verdadeiras marionetes plantadas ali no TCE/PA somente para obtenção de vantagem financeira, bem como para a satisfação dos interesses pessoais dos seus padrinhos, que, possivelmente, lógico, coincidem com os interesses dos Gestores, nada morais.
O POVO já está de de olho!!!

Já botamos o "boca no trombone". Vamos continuar denunciando !!!
Maravilhoso foi o Edmilson Rodrigues denunciando na tribuna em Brasília essa demora de nomeações sem motivos!
É bom saber que pessoas honestas não temem e tem mais valor e poder do que aquelas que tem "rabo preso".

Anônimo disse...

Vi há pouco que o TCE se pronunciou em resposta às reportagens de TV, indicando que as nomeações irão ocorrer em maio. Será que o órgão irá chamar as 95 vagas imediatas do edital? Ao menos sinalizaria um comprometimento em botar a casa em ordem.

São mais de 230 cargos efetivos vagos, enquanto que são mantidos, por baixo, 170 comissionados não efetivos, 60 temporários/subjudice, 40 cedidos.

Anônimo disse...

É BOM QUE SEJAM NOMEADOS TODOS, POIS JÁ ESTAMOS ARRECADANDO PARA AUMENTARMOS A DIVULGAÇÃO DE TODAS ESSAS MATÉRIAS E SINECURAS EXISTENTES. IREMOS ATÉ BRASÍLIA SE PRECISAR !!!!! ALGUNS DA COMISSÃO PASSARAM FORA DAS VAGAS MAS JÁ APURARAM A EXIST~ENCIA DE CEDIDOS E TEMPORARIOS EM SEUS CARGOS EXISTENTES.FIQUEM DE OLHO QUE INTERNAMENTE ESTÃO QUERENDO MUDAR O PCCR .
NÃO VAMOS PARAR!!!! MORALIZAÇÃO JÁ!!!!!!!!
A LISTA DOS CABIDES ESTÁ PRONTA !!! sÓ APERTAR O ENTER!!!!

Anônimo disse...

Luis Cunha falando bem do gabinete militar, dizendo que fizeram um bom trabalho BARRANDO a entrada da comissão de concursados do TCE impedindo a entrada de cidadãos num espaço PÚBLICO.

Luis Cunha ridículo, enrolador, enganador, patrocinador da prefeita Romana de Augusto Correia que roubou o dinheiro da merenda escolar. Luis Cunha que dá um jeitinho de "indenizar" a mãe do neto dando a ela um cargo comissionado. Sujeito sem moral e sem decência nenhuma...
Agradeça de verdade o serviço que recebeu do gabinete militar, de motoristas e carregadores de pasta e puxa-saco de corporação.

Anônimo disse...

O Luis Cunha é um brincante mesmo! Fala que por causa do TCE a AGE funciona. HAHAHAHAHAHAHAHA!
O cara enche o TCE de comissionado, paga gente pra "trabalhar" na Unidade Regional Fantasma do Marajó e diz que fez um trabalho maravilhoso e que, por conta disso, outros lugares funcionam. Alguém passa óleo de peroba na cara do Luis Cunha por favor.

Anônimo disse...

Morreu o Assunção!

Profissional antigo na praça; teve a sua vida ceifada numa ação mal noticiada pela imprensa, que o transformou numa vítima de um disparo de bala... que nunca foi perdida. É possível que os tiros que extinguiram de forma tão violenta, cruel e covarde a vida deste profissional exemplar, tenham como autores uma falange de terroristas que matam pessoas inocentes nas ruas de Belém, acobertados por simpatizantes 'superiores' e que neste caso deixaram evidências de que a cumplicidade conta com a assistência de um 'serviço de informação'. Ninguém se preocupou em poupar a vida de um homem inocente, afinal mais um inocente morto não altera a conta da chacina.

Anônimo disse...

Barata, você que divulgou em primeiríssima mão aquela denúncia da comissionada Suely Miralha Bastos do TCE, sabe como terminou o Procedimento Preparatório 040-2016 aberto pelo Dr. Alexandre Manuel Lopes de Rodrigues? Foi instaurado em 11 de abril do ano passado e os autos estão à disposição na sede do MP.

Daria uma excelente postagem saber como terminou isso tudo.

Só as provas juntadas à denúncia seriam suficientes para o oferecimento de denúncia, pois ficou comprovado materialmente que a servidora dividia metade de sua remuneração com Mônica Bernadete Sampaio da Silva, assessora do presidente do TCE, conselheiro Luís Cunha (que sequer fez vista grossa, lavou foi as mãos com uma resposta descabida e desqualificada para o cargo que ocupa).

Anônimo disse...

A condenação do Calça Curta foi na Justiça Federal, porque na (in)Justiça Estadual, o processo continua "adormecido" em alguma gaveta.

Anônimo disse...

Anonimo de 20.04.17 de 21h:00, acho que o processo a qual vc se refere deve estar em alguma lixeira lá do Mp, a não ser que fosse analisado pelo procurador Nelson medrado e promotor militar armando brasil os únicos destemidos dessa acovardada instituição chinfrim

marinalva alves de sousa disse...

Meu caro Barata:
Mais uma vez a justiça foi feita, pois o meu filho recebe por força de ordem judicial, um medicamento de alto custo que o estado tem usado de todos os recursos para suspender a ordem.
Na ultima segunda feira foi julgado mais um recurso do estado e rejeitado por unanimidade. Justiça dos nossos desembargadores.

Processo nº 003122556.2014.8.14.0301

Marinalva Alves de Sousa
Fone: 94-981327803
CPF. 185.747.182-20

Anônimo disse...

A campanha #nomeiaLourdes surtiu efeito:

ADMISSÃO DE SERVIDOR
PORTARIA Nº 32.302, DE 24 DE ABRIL DE 2017.

NOMEAR ALCIONE DO NASCIMENTO CAREPA, para exercer o cargo em comissão de Assessor Administrativo NS-01, a partir de 18-04-2017.

Anônimo disse...

Caro anônimo de 25 de abril de 2017 09:25.
Isso aí é a nomeação de um comissionado, não de um concursado.

Anônimo disse...

Surtiu Efeito a nomeação de mais um aspone que ganha o dobro de um concursado? Vc só pode ser Aspone há anos.

imoralidade isso sim!

TRIBUNAL DE CONTAS DO
ESTADO DO PARÁ
ADMISSÃO DE SERVIDOR
PORTARIA Nº
32.302, DE 24 DE
ABRIL DE
2017.
NOMEAR
ALCIONE DO NASCIMENTO CAREPA
, para exercer o
cargo em comissão de Assessor Administrativo NS-01, a partir
de 18-04-2017.
Protocolo: 170097

Anônimo disse...

Que crise é essa no TCE para não darem nosso reajuste ou nomear sequer um concursado, mas seguir pagando diária para os comissionados não efetivos? Se a crise financeira é real, já que os comissionados "não exercem" auditorias, poderiam aliviar a folha com exonerações de alguns, não?

DIÁRIA

PORTARIA Nº 32.301 DE 24 DE ABRIL DE 2017.
DESIGNAR a servidora KARLA LESSA BENGTSON, Diretora da
Escola de Contas, matrícula nº 0100927, para participar da
Reunião do Comitê de Aperfeiçoamento Profissional IRB, em
Brasília - DF, concedendo-lhe 01 (uma) diária e ½ (meia), para
o dia 28-04-2017.

Anônimo disse...

Começo a me desapontar com os conselheiros provenientes de cargos concursados, pois omissos coadunam-se com as velhas práticas clientelista. E NÃO PRECISAM DISSO.

Se tomam conhecimento dos comentários aqui do blog, reflitam se não estão sendo omissos ou fazendo menos do que podem para tirar nosso órgão dessa situação vexatória.

Anônimo disse...

Dicas aos aprovados do TCE:

- Enviem pedidos de informações simples e diretos. Não abram margem para que aleguem dificuldades para respondê-los ou possam maquiar uma resposta;

- Após, publiquem tudo no site http://www.achadosepedidos.org.br/

- Publiquem seus pedidos já feitos e novos, mas saibam logo o melhor: a Transparência Brasil (http://www.transparencia.org.br/) TERÁ ACESSO a todos os pedidos de informação desde 2012 que não estejam em sigilo.

Anônimo disse...

Que fato curioso...
Hoje a sessão plenária do Tribunal IMORAL de Contas do Estado do Pará não está lotada.
Não estamos vendo as cadeiras sendo ocupadas por secretários, chefes de gabinete e comissionados aspones de todos os cantos.
A casa da imoralidade e da covardia já nem esconde as mãos quando pratica as sandices de costume.
#MoralizaTCE #nomeiaLourdes #vamosPublicarTodaAImoralidadeDoTCE

Anônimo disse...

A função do Nelson Chaves como conselheiro do TCE é falar de Remo e Paysandu nas sessões plenárias? Não seria melhor ele trabalhar no Bola na Torre?

Anônimo disse...

O TCE-PA está neste exato momento julgando a regularidade das próprias contas referentes ao ano passado. Até parece que o TCE diria a si mesmo que as contas estariam irregulares.
É a mesma coisa que pedir ao Fernandinho Beira-Mar para avaliar se apresenta bom comportamento como presidiário. Por essas coisas que esse país não vai pra frente!!!

Anônimo disse...

Protocolem a denúncia junto com algum pedido de informação SEM PEDIR SIGILO. A Transparência Brasil terá acesso e já está preparando relatórios sobre todos os Tribunais de Contas.

Anônimo disse...

Se forem falar com o PGJ, lembrem a ele que há 70 CARGOS VAGOS de Promotor de Justiça no MPPA

Anônimo disse...

Tem ConselheirX que diz defender servidor, concursados, mas usam sua cota para empregar comissionados não efetivos e estagiários. Com cargo vitalício, custa se posicionar publicamente e tentar pôr a casa em ordem?

Anônimo disse...

No TCE-PA todo dia acontece uma piada de mau gosto diferente. Hoje os comissionados assistiam a passagem dos manifestantes da Greve Geral passarem pela Avenida Nazaré e os chamavam de vagabundos, mas às 11 horas da manhã, NA METADE DO EXPEDIENTE, já estavam todos indo embora. Os gabinetes dos ilustríssimos conselheiros estavam TODOS vazios.
No TCE houve expediente para inglês ver. #MoralizaTribunalImoral