quinta-feira, 7 de julho de 2016

SINTEPP – Perdura o silêncio sobre as apurações a respeito das denúncias de corrupção no sindicato

Beto Andrade, coordenador geral do Sintepp: no epicentro das denúncias.

Em que pé se encontram as investigações sobre o imbróglio do Sintepp, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará, cuja diretoria está no epicentro de denúncias de falcatruas, na esteira do aparelhamento da entidade pela APS, Ação Popular Socialista, uma tendência do PSol, Partido Socialismo e Liberdade? As denúncias, que tratam da malversação dos recursos e do patrimônio do Sintepp estão contidas em representação anônima protocolada em outubro de 2015 no MPE, o Ministério Público estadual, e envolvem, além de dirigentes do sindicato militantes da APS, o vereador de Belém Fernando Carneiro, do PSol, também da Ação Popular Socialista, beneficiário de doações de campanha postas sob suspeitas.

Na esteira da representação protocolada no MPE, o promotor de Justiça Marcelo Batista Gonçalves, da 7ª Promotoria de Justiça Criminal, solicitou a abertura de inquérito policial para apurar as denúncias de falcatrua. O promotor de Justiça Marcelo Batista Gonçalves também oficiou a respeito o procurador regional eleitoral do MPF, o Ministério Público Federal.

7 comentários :

Anônimo disse...

Letargia jurídica, porque Pará para Paraná falta apenas o ná...

Anônimo disse...

Esses candidatos do PSol se colocam como uma terceira via, mas já nascem todos viciados pelos esquemas internos e externos da politicagem.

Anônimo disse...

o BA (Beto Andrade) é inócuo na política tanto pela sua falta de capacidade intelectual, quanto pela inobservancia a ética sindical. Vejamos a "doação" de 08 mil reais que faz ao seu correligionário FC (Fernando Carneiro)

Anônimo disse...

Lamentável ver sindicalistas com a velha mania do pós-guerra fria e da redemocratização, que é a de se passarem por pudicos seres do cenário político regional e nacional. Quando na verdade sabemos da desfaçatez desses cavaleiros do apocalipse que sugam o dinheiro dos filiados para projetos partidários "revolucionários", onde só revolucionam mesmo são seus bolsos. Com estúpido e desonesto aumento do patrimônio pessoal; esperamos que o MPF e MP façam valer a justiça e repatrie o dinheiro que se encontra nas mãos dos diretores do Sintepp e do PSOL.

Anônimo disse...

Beto Andrade, primeiro evangélico socialista que conheço, uma anomalia tanto quanto o partido que faz parte porque Marx afirmou ser a religião o ópio do povo. Como casar PV, PHS e PSol que são ideologicamente opostos? Só uma coisa explica isso é o oportunismo de pessoas desonestas politicamente.

Stenio Johnny disse...

quinta-feira, 21 de julho de 2016
Polícia Civil de Belém e Pernambuco, pode prender a qualquer momento, pai que sequestrou a própria filha em Olinda(PE)




A Polícia Civil de Belém e Pernambuco, estão a procura do engenheiro Janderson Rodrigues Salgado Alencar, por ter sequestrado sua filha de um ano e nove meses, Júlia Cavalcante Alencar, o sequestro aconteceu no dia 10 de julho na cidade de Olinda(PE). A delegada da Polícia Civil de Pernambuco que preferiu não revelar o seu nome, disse que existe o mandado de busca e apreensão da menor, assim como mandado de prisão ao pai da criança.

As delgadas de Recife-PE que estão a frente do caso já estão na capital paraense. A reportagem do SJNOTÍCIAS entrou em contato com autoridades em Belém. As últimas informações constam que a polícia paraense ao ser informada pelas delegadas de Pernambuco que Janderson está em Belém, começou a fazer diligências no sentido de prender o pai sequestrador, já que as delegadas de Recife, estão de posse de mandados de busca e apreensão da criança, e mandado de prisão do pai sequestrador expedidos por um Juiz da Comarca de Olinda(PE).

Segundo informações oriundas de Belém, a prisão de Janderson, que está usando o nome de Paulo, e chama a filha Júlia de Jully, pode acontecer a qualquer momento caso ele esteja realmente em BeleM-PA. O titular deste blog, foi informado que o grupo dos taxistas de Belém já foi acionado via whatsApp, com fotos de Janderson e da sua filha Júlia, uma vez que o sequestrador, não usa ônibus e nem avião, estratégia usada por ele, para não ser pego pela polícia. Inteligente como é, o sequestrador é peão rodado no mundo e com certeza, já deve ter montado um esquema para passar alguns dias em Belém e depois pegar um táxi ou fretar um barco para ir pra alguma ilha paraense, ou quem sabe até sair do país em uma embarcação de pequeno porte, pois Janderson é um jovem aventureiro, já rodou quase todo o mundo de bicicleta.

A nossa equipe de reportagem conseguiu fazer um minuciosos trabalho de jornalismo investigativo, e através deste trabalho, foi feito um cruzamento de informações, com rastreamento de uma pequena conversa do sequestrador com uma possível prima, que provavelmente mora em Belém. O trecho da conversa datada do dia 30 de março. Débora Canto prima de Janderson, diz que ele tem que ficar no pé do advogado, e ver como anda o processo.´

Através deste pequeno diálogo, fica bem claro que o seuqestrador agiu premeditadamente, nao esperando o desenrolar do processo que tramitava na vara de Olinda-PE, tomando a decisão de sequestrar a sua própria filha.

Leia aqui com exclusividade, um trecho do diálogo entre o sequestrador e sua possível prima




QUALQUER INFORMAÇÃO LIGUE

Por meio do número de telefone 181, o cidadão paraense pode fazer denúncias em todo o Estado e fornecer informações sobre crimes e diversas outras formas de violência, com a garantia do sigilo dos dados registrados e do anonimato do denunciante. A ligação é gratuita e o atendimento é realizado 24 horas por dia, sete dias por semana.

Disque Denuncia


Por/Stenio Johnny
Radialista/Repórter investigativo
RPJ/MA 0001541

Stenio Johnny disse...

http://sjnoticiasma.blogspot.com.br/2016/07/policia-civil-de-belem-e-pernambuco.html
Peço ao colega que divulque no seu blog essa matéria