quarta-feira, 21 de maio de 2014

PM – Quem são, afinal, os bandidos fardados?

video
A covardia dos bandidos fardados, em vídeo.


        Como perguntar não ofende, perdura a indagação que não quer calar: o que falta para o promotor militar, Armando Brasil Teixeira, revelar a identidade dos três PMs flagrados agredindo, gratuita e covardemente, um suposto flanelinha, de identidade desconhecida, recolhido com requintes de perversidade no porta-mala da viatura policial, na rua Henrique Gurjão, bairro do Reduto, e desde então desaparecido. As circunstâncias alimentam a suspeita de que se possa estar diante de um caso semelhante ao do ajudante de pedreiro Amarildo, assassinado brutalmente por PMs de uma UPP, Unidade de Polícia Pacificadora, no Rio de Janeiro, sem que existam vestígios do cadáver. A diferença abissal é que os envolvidos no assassinato de Amarildo estão presos, enquanto por aqui a PM, com uma desfaçatez de corar anêmico, sequer se permitiu revelar a identidade dos três bandidos fardados.
        Exatamente pela gravidade das suspeitas suscitadas, robustecidas pela inominável truculência dos PMs, conforme ilustra o vídeo acima, feito por um anônimo e disseminado pela internet, é que soa a escárnio a postura do comando da Polícia Militar em se recusar a identificar os três policiais. Policiais que se comportaram, em verdade, como bandidos fardados, contaminados pela truculência da oficialidade, que tem efeito piramidal. Deles se sabe, apenas, que seriam um cabo e dois soldados, supostamente afastados das ruas. Supostamente. 

6 comentários :

Anônimo disse...

Esses mesmos policiais fazem vista grossa para o que de fato é crime. Aliá, o que mais fazem é praticá-lo.

Anônimo disse...

A impressão que eu tenho é que alguns puliça têm medo ou são coniventes com bandidos e para mostrar serviço batem e matam inocentes.

Anônimo disse...

A julgar pelas muitas execuções que vemos todos os dias nos jornais atribuídas aos chefes tráfico , muito provavelmente hoje temos muito mais cemitérios clandestinos compartilhados também com a policia do Estado de "Direito', do que no tempo da ditadura .
Ave Deus !É o terror disfarçado e dissimulado , o pior de todos .

Anônimo disse...

A julgar pelas muitas execuções que vemos todos os dias nos jornais atribuídas aos chefes do tráfico , muito provavelmente hoje temos muito mais cemitérios clandestinos compartilhados também com a policia do Estado de "Direito', do que no tempo da ditadura .
Ave Deus !É o terror disfarçado e dissimulado , o pior de todos .

Anônimo disse...

Apenas um comentário. Os senhores cometem todos os dias, infrações administrativas e criminais. Lembrem-se, o agente público de segurança é oriundo do mesmo da mesma comunidade da qual os senhores fazem parte. Possívelmente, os senhores fariam pior, pelo rancor e desprezo que nutrem pela polícia, a qual vocês até gostam, mas se for pros outros, pra vcs.... Não, vocês não

Anônimo disse...

aqui em redenção do pará e do mesmo jeito policias ignorantes batem em inocentes matam e o comandante ainda sobe de cargo pensa numa policia corrupta e so não vou me indetificar por medo de ameacas