quarta-feira, 6 de maio de 2009

GREVE – Belém e Marituba sem ônibus

Segundo o Portal ORM (Organizações Romulo Maiorana), após uma assembléia realizada na noite desta quarta-feira, 6, os rodoviários de Belém e Marituba decidiram entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir da meia-noite. Como de praxe, os grevistas antecipam a disposição em impedir que nenhum ônibus saia da garagem.
Nesta quarta-feira aconteceu uma audiência de negociação entre empresários e uma comissão do Sindicato dos Rodoviários, na DRT (Delegacia Regional do Trabalho), mas não houve acordo. Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 12%, aumento no valor do plano de saúde, além de reajuste no auxílio alimentação, de R$ 242 para R$320, e a criação de um centro de formação para a categoria.

6 comentários:

Anônimo disse...

Amanhã será dia de festa dos sujos, inseguros e lotados clandestinos. Pobre povo.

Anônimo disse...

Tooodo ano isso.......

Anônimo disse...

Os sujos, inseguros e lotados clandestinos, estam assim, por culpa de auem deveria organizar o transporte de passageiros de Belém, o Prefeito, além disso os motoristas, cobradores e seus familiares também são POVO e precisam ter vida digna, por isso,VIVA A LUTA DOS TRABALHADORES!

Anônimo disse...

Os donos das empresas de transporte urbano coletivo sempre exploraram os trabalhadores e nunca se preocupou em criar um centro de formacao. Ha trabalhadores que passam a vida se dedicando a este trabalho e quando chega a crise ele e sumariamente demitido e se ve desemparado.
Acho justo a reinvindicacao de um centro de formacao para os trabalhadores.

Anônimo disse...

Vagabundo é flórida...

Ai qm não tem nada a ver paga o pato.

Anônimo disse...

No final das contas quem sofre é o povo,que não tem nada a ver com isso.